>-->
Criarumemail.com/

Última do Barão

Corria o ano de 1988. O Botafogo, há 20 anos sem títulos, sofre uma derrota acachapante de 3 x 0 para o Vasco.
Sentada em um banquinho à beira do gramado do Maracanã, a gandula Sonja chora copiosamente a derrota de seu amado Botafogo.
Um repórter viu e gravou a cena que emocionou o Brasil. No ano seguinte o Botafogo foi campeão carioca invicto.
Semana passada uma reportagem feita pelo narrador Luís Roberto no Globo Esporte com a carismática e simpática Giulia, a filha deficiente visual do atacante Roger do Glorioso, novamente fez o Brasil ir às lágrimas.
Coisas que só acontecem no e ao Botafogo, que é o mais místico e humanista dos clubes brasileiros.
Certa feita perdemos tudo, sede e campo. Mas a paixão por uma camisa por um estrela por uma história, ficou entranhada em nossos alvinegros corações. E resistimos.
O Botafogo não é para os óbvios, é para homens e mulheres de espírito livre e coração generoso.
Roger, pelo grande pai que você é para sua amada Giulia!

O vídeo completo com a emocionante reportagem está no Globo esporte- Filha de Roger agradece: "Amo você tio Luis, agora você faz parte da minha vida"


Coisas que só acontecem no e ao Botafogo: Roger e sua filha Giulia encantam o Brasil
Roger, a simpática Gilulia, e o narrador Luís Roberto

O Barão de General Severiano vendo jogo que não é do Botafogo:

💤💤💤💤💤💤😴😴😴😴😴💤
Saco.

Barão de General Severiano

O cantor gospel Wellington Camargo, irmão do Zezé di Camargo, anunciou ao mundo que largou da mulher e vai se casar com uma mocinha de 20 naos.
Vai ser promovido de cantor gospel, o que já não é grandes coisas, a corno gospel. Ao menos os chifres serão abençoados. Saco.

Wellington Camargo
A vida
Nada mais é
Que um infinito
E eterno
Até breve...

A vida Nada mais é Que um infinito E eterno Até breve...

No fim do 1º tempo o narrador do Sportv, acho que um tal Jáder Rocha, e o comentarista Ricardo Rocha, estavam quase virando o jogo em que o Botafogo vencia o Vasco por 1 x 0 em partida realizada na noite de ontem (21) no Estádio Nilton Santos. 
Com o gol do Vítor Luís tiveram de engolir a seco e no ar as merdas que vomitavam.
O Botafogo, além de vencer seus adversários, tem de derrotar também árbitros e comentaristas esportivos, que têm uma profunda má-vontade com o clube, excetuando-se as raras exceções de sempre.
Como não somos um dos clubes favoritos do sistema e essa gente não conhece a História do futebol brasileiro, menosprezam o clube que mais cedeu jogadores para a Seleção Brasileira e o que mais campeões do mundo usando a amarelinha tem em suas fileiras.
Mas é bom assim, ser time favorito deste sistema perverso que aí está é motivo de vergonha, não de orgulho.
Como o Botafogo não é para os óbvios, caso desse povinho ignaro, vamos calando a boca deles jogo a jogo.

Além do Vasco, Botafogo vence narrador e comentarista do SporTV