terça-feira, 19 de agosto de 2014

Pastor Everaldo quer privatizar a economia e estatizar a moral

Pastor Everaldo quer privatizar a economia e estatizar a moral
Privatizar a Petrobras e estatizar o ânus alheio
O pastor Everaldo, também candidato à Presidência da República, disse em sua entrevista no Jornal Nacional que é a favor de um estado mínimo e que se eleito privatizaria inclusive a Petrobras. Que bom, é um direito democrático, sagrado mesmo, dele defender o que pensa ser bom para o país. Mas o liberal na economia é um estatizador na moral: quer que o Estado diga o que devemos ou não fazer com nosso ânus, com quem podemos casar e quais drogas podemos usar ( as legais pode, até aqueles usadas para "entorpecer" a mente dos fieis em uma dessas drogas de igreja que cultivam, inclusive, ódio ao diferente ). É capaz de privatizar a Petrobras e criar a Anusbras ( Cubras não, lembra Cuba... ).
Ah, querem saber: não quero saber!
E o horário eleitoral começou hoje...

Freira Digital

Freira Digital
Freira Digital
Vindo para casa faz pouco, entro em um ônibus ( não pego ônibus, é muito pesado ) e me sento ao lado de uma freirinha, toda paramentada, já por volta de seus 80 anos de virgindade. Sentei e ela nem me cumprimentou ( uma benção nem pensar... ), estava de olhar fixo em seu celular, conectada ao Facebook. Fiquei rindo sozinho da cena.

Brasil de ódios

Brasil de ódios

Brasil de ódios
O Brasil está se tornando um país de ódios: esportivos, religiosos, políticos, ideológicos. Estamos enveredando por um caminho em que não existem mais adversários, mas inimigos a serem impiedosamente exterminados.

De ti meu amor

De ti meu amor
Rimam,
Amor e dor;
Mas não combinam,
Sempre que se esvai o amor,
Instala-se a dor;
Que chamamos saudade, 
De ti meu amor.