>-->

Mas não na cruz

By | 14:20 Leave a Comment


Mas não na cruz
Exatamente o que tinha de melhor o matou: o generoso coração. Pranteiem-no. Homens assim são raros. E que fique seu exemplo. Que não é a melhor maneira de convencer- é a única.
Um homem de coração aberto para a dor do outro. De mãos sempre abertas para ajudar a erguer o que caiu. De braços abertos para acolher com um abraço quem esteja carente. O bom homem morreu. Pranteiem-no. Mas não na cruz.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: