>-->

A paz dos fuzis assassinou uma criança chamada Jesus

By | 19:30 Leave a Comment

Um menino de 10 anos (mais um) foi covardemente assassinado. Tudo indica que por um policial militar, no Morro do Alemão, justamente numa data símbolo da cristandade: a ressurreição de Cristo, que nada mais é que o renascimento da esperança de uma humanidade mais justa, pacífica, igual e generosa. Ironicamente, o nome do menino que teve sua vida brutalmente tirada era Eduardo de... Jesus.
Ando com muita, mas muita mesmo!, vergonha do Brasil. Em vez de pedirem a diminuição da maioridade penal, deviam era exigir a punição exemplar dos maiores de idade criminosos (a ampla maioria), principalmente dos representantes do Estado, que são pagos para manter a ordem, e usam de sua autoridade para extorquir, torturar e assassinar pessoas inocentes e permanecerem impunes. As milícias que infestam o Rio são comandadas por policiais e ex-policiais.
Se essa criança, vilmente assassinada, morasse em Ipanema ou no Leblon, por exemplo, a mídia estaria fazendo o maior escarcéu- e, certamente, neste fim de semana teria uma passeata, à beira mar, que ninguém é de ferro, exigindo a punição exemplar do assassino e... pela paz. 
A paz dos fuzis.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: