>-->

Fundamentalismo religioso: Quem tem de cuidar de seus radicais são eles, não nós

By | 22:02 Leave a Comment
Alguém leu, viu ou ouviu, alguma declaração de líderes ou políticos evangélicos condenando as agressões que um grupo de adeptos do candomblé, em que uma menina de 11 anos saiu ferida, sofreu domingo no Rio? Eu não vi... Se fosse pra condenar a sexualidade alheia eles aprontam o maior tumulto e fazem qualquer baixaria.
E não me venham com essa história de que "são uma minoria de fanáticos" os que agridem adeptos de outras religiões, que a maioria é pacífica. Pois que a maioria de seus pares os condene, denuncie e expulse de seu meio.
Quem tem de cuidar de seus radicais são eles, não nós. 
A mesma coisa ocorre com o fundamentalismo islâmico. Quando ocorre uma matança feita pelos malucos de Alá, a turma do relativismo corre logo a relativizar a barbárie afirmando que a imensa maioria dos muçulmanos é pacífica. Pois que essa maioria condene e controle sua minoria radical.
O resto é conversa pra boi dormir...
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: