>-->

"No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar.”

By | 11:19 Leave a Comment
No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar.”

“Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu.
Como não sou judeu, não me incomodei.
No dia seguinte, vieram e levaram
meu outro vizinho que era comunista.
Como não sou comunista, não me incomodei.
No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico.
Como não sou católico, não me incomodei.
No quarto dia, vieram e me levaram;
já não havia mais ninguém para reclamar.”
Martin Niemöller (Lippstadt14 de janeiro de 1892 — Wiesbaden6 de março de 1984) foi um pastor luterano alemão. Em 1966 foi-lhe atribuído o Prêmio Lênin da Paz. Desde a década de 1980 tornou-se conhecido pela sua adaptação de um poema Vladimir Maiakovski, "Quando os nazistas vieram atrás dos comunistas". Wikipédia

"Um dia vieram e deram uma pedrada em um praticante do candomblé.
Como não pratico o candomblé, não me incomodei.
No dia seguinte, vieram e deram uma pedrada em meu outro vizinho que era espírita.
Como não sou espírita, não me incomodei.
No terceiro dia vieram e deram outra pedrada em meu vizinho muçulmano.
Como não sou muçulmano, não me incomodei.
No quarto dia, vieram e me cobriram de pedradas; já não havia mais ninguém para reclamar. (Zatonio Lahud)

 Martin Niemöller era pastor, um cristão; outro grande pastor, Martin Luther King, certa vez afirmou que seu maior sonho era que seu filho fosse julgado por seu caráter, não pela  cor de sua pele. E eu sonho o dia em que ninguém será condenado por sua opção sexual, política ou religiosa, Mas para isso temos de dizer um rotundo não às trevas da ignorância, do preconceito, da covardia...
Citei dois grandes humanistas, e pastores, pra fazer um contraponto ao bando de oportunistas que se dizem pastores, no único intuito de enriquecer, disseminando ódio e preconceitos entre seus seguidores.
Não podemos, não temos o direito!, de deixar que essa gente guie nossos destinos. Estamos na era digital, não na Idade da Pedra... ou das pedradas!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: