>-->

Impressões e depressões eleitorais do Barão

By | 08:11 Leave a Comment
Vi muita gente do PT pedindo para que ninguém se abstivesse de votar. Aí os 2 principais ícones atuais do partido, Lula e Dilma, se abstêm e não aparecem para votar no 2º turno das eleições para eleger prefeitos realizadas ontem (30/10),
Deram um belo exemplo ao país e ao que restou da militância petista. Saco.

E o candidato do Aécim, o que não fede mas cheira, perdeu em em Belo Horizonte.
Aécim vai ter de cheirar, quer dizer, cantar em outro terreiro. 

Pensamento eleitoral do Barão
O Brasil ralizou as eleições mais racistas de sua história em 2016: só teve voto em branco; em afrodescendente nenhum. Saco.

O 2º turno eleitoral, entre outras coisas, foi criado para que o candidato eleito tivesse a maioria, em número absolutos, dos votos por parte do eleitorado.
No Rio, entretanto, isso não ocorreu: Marcelo Crivella foi eleito prefeito do Rio com 1,6 milhões de voto. Em 2º lugar ficaram as abstenções, 1,3 milhão de eleitores não apareceram para votar.
O Marcelo Freixo acabou em 3º, com 1,158 milhão de votos.
Triste...

Acho que chegou a hora (na verdade já passou) do PT, ou o que restou dele, fazer um autocrítica sincera do que levou o partido á bancarrota em que se encontra.
Não adianta culpar Deus, o diabo, o FHC, a "elite branca", a mídia golpista ou o rebaixamento do Vasco pelo desastre que se abateu sobre a legenda.
Ter a humildade de reconhecer os próprios erros e fragilidades é o início de qualquer tentativa de mudança para melhor.
Culpar os outros é mais fácil, mas não funciona.

Impressões e depressões eleitorais do Barão

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: