>-->

Se ainda houver caminho no fim do túnel

By | 07:14 Leave a Comment
Muitos se perderam pelo caminho dos sonhos. Eu fui um deles. Do  caminho que sonhamos juntos, nada sobrou, a não ser a dor de ver sonhos virarem pesadelos. Do mundo fraterno que sonhamos juntos, ao mundo fratricida que vivemos hoje. O mundo do eu, do egoísmo extremado, do vencer a qualquer custo, como se vencer fosse só acumular dinheiro, carros, imóveis... 
Me perdi pelo caminho do sonho da liberdade infinita. Perdi-me em noites vazias de amores fúteis regadas a álcool. Perdi-me  tanto, que me perdi de mim, errei o caminho da volta. Caí em buracos repletos de dores profundas. Acabei só, perdido no breu do longo túnel da solidão. E, na escuridão do túnel, no desespero da desesperança, uma mão, suave e carinhosa, pousou em meus ombros, me apontou um novo caminho, e disse: "Caminhe por ali..."
E desde então, um dia de cada vez, vou seguindo o caminho da esperança, da compaixão pelo outro que sofre, da generosidade justa. Da paz de espírito.
Hoje, quando tropeço, olho pra cima e pra frente. O inferno, o meu inferno, vai ficando, dia após dia, mais distante... 

Se ainda houver caminho no fim do túnel
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: