>-->

Documentos comprovam que rompimento da represa da Vale não foi acidente, foi um"valecídio"

By | 17:42 Leave a Comment
Uma troca de e-mails entre profissionais da Vale e duas empresas ligadas à segurança da barragem de Brumadinho mostra que a Vale já havia identificado problemas nos dados de sensores responsáveis por monitorar a estrutura da barragem. A TV Globo teve acesso aos depoimentos prestados por dois engenheiros da empresa TÜV SÜD, André Jum Yassuda e Makoto Namba, responsáveis por laudos de estabilidade da barragem.
 Namba respondeu, segundo o relatório da Polícia Federal, que "após a confirmação das leituras, ligaria imediatamente para seu filho para que evacuasse do local bem como que ligaria para o setor de emergência da Vale responsável pelo acionamento do PAEBM [Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração] para as providências cabíveis". G1- Vale soube de problemas nos sensores da barragem de Brumadinho dois dias antes do rompimento 

A cada dia fica mais claro que o rompimento da barragem em Brumadinho não foi acidente. Coisas assim têm outro nome: genocídio!
Ou, no caso em tela, para ficar bem marcado: "valecídio"!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: