>-->

Padre vira delator da Lava Jato e confessa corrupção na Arquidiocese do Rio

By | 11:13 Leave a Comment
Um ex-padre, que durante anos foi braço direito do arcebispo do Rio de Janeiro, o cardeal dom Orani Tempesta, admitiu participar de esquema de corrupção na Saúde do governo Sérgio Cabral e se tornou delator premiado, informa a Época.
“Wagner Augusto Portugal, um dos colaboradores da Operação S.O.S., desdobramento da Lava Jato no Rio, confessou sua participação no desvio de R$ 52 milhões dos cofres estaduais envolvendo contratos da Secretaria de Estado de Saúde do Rio com a organização social católica Pró-Saúde em 2013.
Amém...”
🤑🤑🤑🤷‍♂️🤷‍♂️🤷‍♂️
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: