>-->

Famoso estilista italiano não quer mais ser chamado de "gay"

By | 10:17 Leave a Comment
O estilista italiano Stefano Gabbana, em entrevista ao Corriere della Sera, disse que não quer mais ser chamado de “gay”.
Eis a sua explicação:
“Não quero ser chamado de gay, porque sou um homem. Acho inacreditável que ainda hoje se use esse termo. Biologicamente sou um homem: o mesmo vale para uma mulher, que é uma mulher e ponto final, além de qualquer coisa. A palavra gay foi inventada por quem tem necessidade de rotular e eu não quero ser identificado com as minhas escolhas sexuais.”
“Antes de ser gay, heterossexual ou bissexual, somos seres humanos.”
Concordo com o Gabbana. Um ser humano dever ser julgado, única e exclusivamente, por seu caráter. Jamais por suas opções religiosas, ideológicas ou sexuais. Ser diferente é apenas ser diferente, não é ser melhor nem pior que ninguém. Já um mau-caráter... pode ser hetero, homo, bi, trans, católico, ateu, evangélico ou o diabo que o carregue, que vai sempre prejudicar seus semelhantes. 

Stefano Gabbana
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: