27 de fevereiro de 2013

Travesti bate em 7 playboys covardes que tentaram agredi-lo

Travesti bate em 7 playboys- Interrgações
Natasha Britney Robert faz pose na Central de Polícia.
Sete filhinhos de papai deram entrada hoje de madrugada no HGE após levar uma surra de Natasha Britney Robert,na porta de uma casa de show em Maceió. 
Britney disse que eles começaram a zoar da cara dela e tentaram agredi-la. “Como treinei jiu jitsu e muay thai por mais de 10 anos e aprendi que tenho o direito de me defender,não pensei duas vezes e rodei a vuadora neles,sabe bixa?”,informou Natasha ao Repórter do Resenha Notícias.
Os médicos disseram que por enquanto não é recomendável retirá-los da linha vermelha do hospital,onde seguem internados em estado grave.

Hihihihihihihihihi...Bem feito! Parabéns Natasha! Adoro quando gente covarde se estrepa assim. Deviam eram distribuir fotos dos babaquinhas com os focinhos quebrados para servir de exemplo aos outros covardes como eles.
São muito machos quando estão em grupo, e os otários acima, ainda assim, apanharam. Parodiando o Milton Leite: " Mas que beleza! "

Obs: Desculpem, mas a notícia é falsa, conforme apurou Maurícia Panaro: Maurícia Panaro
00:29
a noticia é fake, a pessoa da foto é um travesti do rio de janeiro que atirou 4 vezes em um marinheiro que está na uti, e o travesti está preso ...não houve nada disso que foi colocado por esse site desinformante ... que desperdicio de energia !!!  desacredite dessa fonte !!!

Obrigado Maurícia, o erro foi meu que não chequei a informação.

2 comentários:

  1. Muito interessante esta postagem!

    A Internet no Brasil realmente precisa de postagens de qualidade como estas que você está nos oferecendo.

    Conheça também o novo agregador linkpedia e popblogs que está bombando na internet: http://linkpedia.com.br e http://www.popblogs.net/


    Divulgue quantas postagens você quiser (não há limites), sem fila de espera, tenha seus links divulgados em nosso site e aumente muito mais suas visitas diárias e obtenha o sucesso de seu blog!

    ResponderExcluir
  2. É agredi lá no feminino ela e mulher trans não aprenderam ainda

    ResponderExcluir