>-->

Sobre Telê, Tite e as "convicções" de nossos técnicos

By | 15:15 Leave a Comment
Telê Santana é considerado por muitos o melhor treinador que o Brasil já teve. Se não foi o maior, foi um dos maiores, mas também pagou um preço alto por suas "convicções"- que no futebol vêm a ser sinônimo de teimosia. 
A brilhante Seleção de 1982 montada por Telê é um exemplo claro de como exercer o sagrado direito de ser teimoso.
Os principais centroavantes do Brasil à época eram Reinaldo, Careca e Roberto Dinamite.
Os dois primeiros se machucaram e não puderam disputar o torneio. Todo mundo achava que Telê, por óbvio, ia escalar Roberto Dinamite como titular do time. Ledo engano, Telê escalou o botinudo Serginho Chulapa, do São Paulo, e foi até o fim com ele no time. Na zaga, formada por Luisinho, do Atlético-MG e Oscar, o ideal era ter entrado o Edinho, um zagueiro de boa técnica, como o Luisinho era, mas muito mais forte, vibrante e voluntarioso que o titular. E no gol, bancou o baixinho Waldir Peres. Dos 7 chutes certos dados contra nossa baliza, 6 entraram.
Tite também é um bom treinador e armou um bom time, mas como o grande mestre Telê, também pagou o preço por Paulinho e Gabriel Jesus, duas de suas "convicções". 
A diferença é que a Seleção de 1982, mesmo não vencendo, entrou para a História pelo belíssimo futebol apresentado, a atual é apenas mais uma na lista das que foram derrotadas.
E la nave va... 


Blog do Barão- Sobre Tite, Telê e as convicções de nossos técnicos
Telê Santana
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: